A versatilidade da protensão não-aderente

No sistema de protensão não-aderente são utilizados cabos de aço de alta resistência engraxados e revestidos por uma camada plástica de PAD (polietileno de alta densidade), tracionados através de equipamento hidráulico e fixados no próprio concreto.
O sistema leva este nome por conta da não aderência entre a cordoalha e o concreto. As cordoalhas são compostas por duas ancoragens em cada extremidade de sua extensão e o cabo de aço envolto por graxa e revestimento de polietileno de alta densidade. O objetivo é evitar deformações e fissuras em estruturas de concreto e garantir a execução de peças estruturais mais leves e finas, além de maiores vãos livres.

Esse sistema que tem a ‘lubrificação’ das cordoalhas como um grande segredo e é uma tecnologia cada vez mais utilizada em edificações residenciais, comerciais e em fundações tipo radier.

 

Fonte:impactoprotensao.com.br/

últimas notícias

Av. Coronel Miguel Dias, 50
Patriolino Ribeiro, Fortaleza – CE,
CEP 60810-160
Contato

hepta@hepta.com.br
085.3022-7777

Todos os direitos estão reservados © 2020 Hepta Engenharia